Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


faq:bi

FAQ - BI


1) Há alguma diferença nas visualizações dos usuários externos à SOF dentro do BI?

R.: Dentro do Extrator do SIOP BI existem vários “cubos” (organizações de dados por assunto). Há cubos específicos para uso interno da SOF, que possibilitam, por exemplo, a consulta a informações que ainda estão em tramitação na casa, como créditos em avaliação pela SOF que ainda não foram efetivados/publicados. Para detalhes sobre os cubos, clique aqui.

2) Por que as métricas de //Empenhado// e //Empenhado Liquidado// possuem valores diferentes para o exercício atual (ainda não encerrado) e mesmo valor para exercícios já encerrados nos cubos de execução orçamentária do BI?

R.: Isso se deve a um processo automático denominado “inscrição em restos a pagar não processados” (também conhecido como “liquidação forçada”), que é realizado pela STN no SIAFI durante o encerramento de cada exercício. Os restos a pagar não processados são relativos àqueles empenhos que não cumpriram o estágio da liquidação e consequentemente não podem ser pagos.

Para atender ao Inciso II do Art. 35 da Lei 4.320/64, ou seja, reconhecer a despesa orçamentária do período no estágio do empenho, deve-se realizar a “liquidação forçada”, cujo objetivo é “levar todas as despesas legalmente empenhadas a comporem as despesas do exercício financeiro”. Portanto, o valor que é inscrito é exatamente a diferença entre os valores de “Empenhado” e “Liquidado”, tornando o valor liquidado igual ao valor empenhado tão logo esse processo tenha sido executado no SIAFI.

Por padrão, a SOF trabalha com o Empenhado Liquidado incluindo as contas contábeis 6.2.2.1.3.05.00 (Crédito a liquidar inscrito em RP NP) e 6.2.2.1.3.06.00 (Crédito em liquidação inscrito em RP NP)​. Contudo, para possibilitar a análise de valores empenhados liquidados sem considerar a “liquidação forçada”, o cubo de execução orçamentária também apresenta a métrica “Empenhado Liquidado (excluído Inscr. RAP NP)”, que não inclui a inscrição em restos a pagar não processados.

3) Como saber a data de referência e o horário em que foram carregados os dados apresentados nos cubos do Extrator de Dados do BI ?

R.: Por meio da tela Status das Cargas.

4) Por não há dados do PLOA nos valores da métrica //Lei Calmon//?

R.: Por que esta informação vem diretamente dos dados trazidos do SIAFI que envolvem apenas a execução da LOA (e suas alterações) aprovadas. As informações da proposta da LOA que vai para o Congresso Nacional só estão disponíveis no SIOP e, possivelmente, em sistemas do CN.

5) Por não há dados de //Provisões//, //Destaques//, //UG Executora// e //Pré-Empenho// no SIOP?

R.: A SOF trabalha somente com foco na visão orçamentária da execução, no regime de competência. Por isso, o SIOP não possui tais informações, já que o arquivo diário de execução que recebemos do SIAFI vem detalhado pelo conceito orçamentário (Órgão Orçamentário, Unidade Orçamentária e UG Responsável). Para que passemos a receber esses dados de execução com outro detalhamento (com descentralizações e UG Executora) seria necessário que a STN nos enviasse um outro arquivo diário muito maior do que o que recebemos hoje, pois este segundo detalhamento não é compatível com o detalhamento pelo conceito orçamentário.

6) Por não a métrica de //Arrecadado// não está mais no cubo de Receitas do SIOP BI?

R.: Esta métrica existia antes neste cubo, porém foi removida a pedido da área de Receitas que a disponibilizou por meio do Relatório Estruturado Consolidado dentro do SIOP no módulo de Receitas.

7) Por não não consigo chegar ao mesmo valor de //Disponível// do SIAFI?

R.: Para compor o valor do disponível, dependendo do caso, pode ser necessário ter valores de outras contas de bloqueio que vem para o SIOP (e o disponível as leva em conta). Desta forma, o valor só estaria certo se estas contas estivessem zeradas.

8) Por não minha consulta não carrega?

R.: A tela do Extrator é montada em função da consulta sendo feita e das opções de campos e filtros. Muitas vezes o usuário clica em outra opção antes da anterior ter terminado e sua resposta ter sido mostrada em tela, gerando mais atrasos. Muitas vezes a mensagem abaixo fica na tela parecendo que o sistema não está respondendo.

Para evitar este problema pode-se:

  1. Digitar a sequência de teclas “CTRL+F5” para forçar recarregar a página;
  2. Limpar o cache do navegador;
  3. Realizar o mesmo procedimento em outro navegador;
  4. Utilizar os endereços https://siop.planejamento.gov.br/ ou https://siop.gov.br/, caso esteja utilizando um favor tentar com o outro endereço.
  5. Utilizar outra máquina para acessar o SIOP e realizar está mesma consulta.

9) Desde quando o SIOP BI tem informações de PI (Plano Interno) e UGR (Unidade Gestora Responsável)

R.: O BI SIOP só possui informações de Plano Interno e Unidade Gestora Responsável a partir do exercício de 2012, pois foi a partir deste ano que as informações de execução orçamentária começaram a ser enviadas pela STN detalhadas neste nível. Antes de 2012 as informações eram enviadas em um nível mais agregado e portanto não podiam ser internalizadas com esse detalhe.